Por Lais Monteiro

O que faz nosso estilo? Quem faz nossas roupas? Em quais condições elas são produzidas?.

Essas são as mínimas perguntas que devemos nos fazer ao comprar roupas.  Precisamos repensar a forma que estamos consumindo os produtos, a quem estamos beneficiando com a compra e a forma com que são feitos. Para confeccionar uma calça jeans é necessário 11 mil litros de água, tendo em vista que mundialmente mais de um bilhão de pessoas não têm acesso a água potável, o consumo consciente se tornou mais que urgente.

Pensando nisso, o Clube da Preta trouxe inspirações em customização e upcycling. Já pensou em transformar aquele jeans antigo em uma novinho utilizando remodelagens, aplicações e muita criatividade para deixar a peça no seu estilo. Quem não tem uma roupa guardada que queira dar uma repaginada?

Antes de tudo, vamos entender o que é cada técnica. A customização é forma de dar uma novo visual a uma peça de roupa, seja ela antiga ou nova. Já o upcycling é nome usado para a criação de algo novo com itens que iriam ser descartados, é uma forma de reaproveitar o máximo os resíduos, sendo assim, partes de uma peça reformada que antes iria para o lixo, é transformada e também passa a ser utilizada. Ambos os métodos  são formas sustentáveis de se vestir, transformando peças simples em exclusivas, diminuindo impactos ambientais gerados com a produção de novos produtos.

A jornalista Thamyra Tâmara de Araújo, casou há pouco mais de um mês, com o ator Marcelo Magno. Eles usaram a criatividade para realizar uma festa de casamento que não só ficasse a cara deles, mas que os custos também dessem no seus bolsos. A Thamyra convidou a designer Aline Cristina, para transformar com upcycling um vestido de brechó em seu vestido de noiva, o resultado é encantador.

Mas existem formas de transformar uma peças que você já tem, sem precisar comprar algo novo. Neste vídeo a Youtuber Débora Luz, ensina a fazer um turbante a com uma camisa social. https://www.youtube.com/watch?v=I05qiA2ref8

Na mesma linha, me desafiei a customizar algo que tivesse em casa e não exigisse muita habilidade com tesoura e agulha, pois sou péssima em trabalhos manuais. Após pesquisar um pouco, cheguei em uma amarração, usando uma camisa antiga que era da minha mãe e estava há muito tempo sem usar. Se eu consegui fazer, qualquer um consegue, acredite!

Além de ser uma forma de economizar, customização é um meio de renovar o guarda roupas. Wesley Alves é bailarino, professor de dança e super adepto a customização, compõe, cria e recria vários looks. A partir de uma calça jeans simples, ele criou uma peça incrível, que além de poder ser utilizada sozinha, pode ser usada com uma composição de meia por baixo, como a arrastão que ele usou na foto.

A certeza é que com a customização o Wesley economizou dinheiro, 11 mil litros d’água, ainda tem uma peça coringa para usar com várias peças, e o melhor, exclusiva.